I Promise You – Selena Gomez

20131011-135645.jpg

[Eu te prometo]

Eu sei
Que o meu amor por você é verdadeiro.
É a pura verdade,
Que fazemos,
Algo natural que eu sinto.

Quando você entra no quarto,
Quando você está por perto,
Eu sinto o meu coração pular um batimento.
O mundo inteiro desaparece,
E só há você e eu,
Loucamente apaixonados,
Vamos aproveitar uma chance juntos.

Eu sei,
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei, vamos conseguir.
Porque mais ninguém me faz sentir como você faz.
Eu te prometo.
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei, que vamos chegar lá.
Hoje, amanhã, e para sempre.
Vamos permanecer verdadeiros.
Eu te prometo.

Dizem que ainda “somos jovens demais para saber”.
Mas estou certa de corpo e alma,
Que nunca vou deixar você partir.
Quando está certo, está certo e pronto.
Porque estou flutuando,
Todas as vezes que nos beijamos.

Você faz o anjo cantar,
Você deu à canção toques de um pássaro,
Você deixa tudo melhor.

Eu sei,
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei, vamos conseguir.
Porque mais ninguém me faz sentir como você faz.
Eu te prometo.
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei, que vamos chegar lá.
Hoje, amanhã, e para sempre.
Vamos permanecer verdadeiros.

Eu nunca vou te deixar partir,
Eu vou sempre ouvir tudo que você tem a dizer,
Não há nada em que você possa confessar,
Quando você ouve o que eu tenho a dizer,
Os meus joelhos ficam fracos,
E eu simplesmente te quero ao meu lado.

Eu sei,
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei, vamos conseguir.
Porque mais ninguém me faz sentir como você faz.
Eu te prometo.
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei,
Eu sei, que vamos chegar lá.
Hoje, amanhã, e para sempre permaneceremos verdadeiros.

Eu te prometo.
Oh, nós vamos conseguir,
Eu te prometo.
Yeah, yeah, yeah,
Eu te prometo.
Eu te prometo.
Eu te prometo.

Anúncios

Imagem

e meu pensamento voa…

image

você ainda pode sonhar..

 

Feche seus olhos bem profundamente
Não queira acordar, procure dormir
Faça uma força, você não está velho demais
Pra voltar e sorrir
Passe voando por cima do mar
Para a ilha rever
Vá saltitando sorrindo a todos que ver
Você ainda pode sonhar
Você ainda pode sonhar

– raul seixas –

apaixone-se..

 

pucca

                           ‎"Apaixone-se por alguém que te curte, que te espere, que te compreenda mesmo na loucura; por alguém que te ajude, que te guie, que seja teu apoio, tua esperança. Apaixone-se por alguém que volte para conversar com você depois de uma briga, depois do desencontro, por alguém que caminhe junto a ti, que seja teu companheiro. Apaixone-se por alguém que sente sua falta e que queira estar com você. Não apaixone-se apenas por um corpo ou por um rosto, ou pela idéia de estar apaixonado."

 

by Joline Pochmann

A história do Transe Psicodélico / Psytrance


O que é Psytrance ou Transe Psicodélico?

Trance: palavra inglesa que significa transe ou êxtase, experiência definida por estados alterados / elevados da consciência, induzidos pela meditação ou pela estimulação dos órgãos sensoriais do organismo.
Psicodélico: composição das palavras gregas psiké (mente) e deloun (sensorial). Refere-se a uma manifestação da mente que produz efeitos profundos sobre a experiência consciente

Um pouco de história
As origens do psytrance remontam aos anos 60, quando nas praias de Goa, Índia, eram celebradas muitas festas psicodélicas, com trilhas sonoras que iam de Janis Joplin a Pink Floyd. Nessas festas, hippies e viajantes de todo o mundo fugiam da vida nas cidades industriais, buscando integração e harmonia com a natureza. Seu estilo psicodélico, caracterizado principalmente pela intensidade das cores, era inspirado por alucinógenos como o LSD, e refletia-se em suas vestimentas e produções artísticas. Protestavam contra o sistema, propondo formas de vida alternativas e contra-culturais, e opondo-se aos valores dominantes na sociedade capitalista, como o trabalho, dinheiro, materialismo, conformismo, burocracia, propriedade privada, repressão, segregação racial, distinção de classe social, etc.
As primeiras free-parties ocorrem em Goa no início dos anos 70, tornando-se conhecidas em nível mundial a partir dos anos 80. Em Ibiza, Espanha, ocorrem nos anos de 86/87 as primeiras free-parties européias, coincidindo com a explosão da acid house. No verão de 88, que ficou conhecido como o verão do amor milhares de turistas rumam para Ibiza atraídos pelas festas.
No início da década de 90, inspirado pelos efeitos da acid house, o povo de Goa começa a criar um novo estilo musical, o Goa Trance, do qual um dos pioneiros foi o artista Goa Gil. A evolução do estilo ocorre a partir de um mix de gêneros musicais como new beat, new wave, electro e rock psicodélico, resultando em uma ressonância que levava os ouvintes a estados elevados da consciência. Grande parte dessa cultura inclui elementos do hinduísmo, budismo e xamanismo, fazendo referência à India, berço do trance.
O trance psicodélico que conhecemos atualmente deriva diretamente do goa trance, desenvolvendo-se a partir de sons únicos e complexos com características específicas. À sua poderosa base rítmica juntam-se elementos eletrônicos e acústicos, tais como sintetizadores e instrumentos milenares como cítaras, tambores e didgereedos.

As festas trance são celebrações onde se atravessa diferentes estados espirituais sob o efeito estimulante das cores, formas, luzes e movimentos, sendo realizadas em lugares considerados centros energéticos, como praias, florestas, ruínas, etc. A decoração alude à divindades totêmicas, egípcias, pré-hispânicas, hindus, psicodélicas e cósmicas. A característica principal dessas festas é que elas não se baseiam apenas na música, incorporando também elementos locais e ancestrais, e criando, dessa forma, todo um movimento cultural em que se baseia o conceito e planejamento do evento, em uma atmosfera de tolerância e aceitação. A organização de uma festa trance é, portanto, semelhante a um ritual, onde o elemento primordial é a harmonia entre as pessoas, para que assim se possa alcançar os estados elevados da consciência, convertendo-se a festa em um ser vivo e inteligente, em completa harmonia com a natureza e o cosmos.

Pelo menos assim era no princípio.

SER CHIQUE É…

Bem.. voltando a escrever um pouquinho..

Recebi um e-mail estes dias atráz que vale muito a pena postar em meu blog (#blogesquecido haha!). O autor é desconhecido, mas quem me mandou o e-mail, minha amiga Natália A. Betim (foto), faz com que pensamos o quanto é importante em nossas vidas sermos “chiques”. E nada mais, nada menos ela para poder mandar um e-mail destes aos amigos..

-*-

SER CHIQUE É…

Nat

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas, como nos dias de hoje. A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo carro italiano.
O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.
Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.
Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.
Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.
Chique mesmo é parar na faixa e dar passagem ao pedestre e evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.
Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador. É lembrar do aniversário dos amigos.
Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.
Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor. É "desligar o radar" quando estiverem sentados à mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção à sua companhia.
Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.
Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite!
No entanto, para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos retornar ao mesmo lugar, na mesma forma de energia.
Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem. Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!

Autor desconhecido

Cotidiano

 

handcube

Vivemos num mundo cercado por normas, leis, códigos e o tempo. O fator tempo tomou conta de nossa vida cotidiana. A globalização, o avanço da tecnologia, o trânsito, a urbanização, tudo isso somam-se a outros fatores que contribuem para uma vida atribulada. Nessa rotina diária sente-se que há uma constante falta de tempo. Em contrapartida essa falta de tempo pode ser sinônimo de excesso de tarefas ou falta de organização.
Num cotidiano onde acordamos tarde, saímos correndo, enfrentamos tráfego intenso e chegamos atrasados, acabamos nos esquecendo de usufruir de coisas triviais.

A correria diária que enfrentamos leva ao esquecimento de ações tão pequenas como sentir o ar fresco da manhã, a chuva tocando nossa pele, o cheiro das flores na primavera, o cheiro de grama, o canto dos pássaros, a risada de crianças brincando, ficar feliz ao ver o sorriso ou o calor do abraço de alguém querido. Deveriam ser atos triviais, mas que pela freqüência com que realizamos estão se tornando raros. Essas ações tornam-se tão raras que temo que no futuro ao questionar um adulto que hoje é criança sobre memórias de sua infância este se lembre do cheiro da falta de saneamento básico, de pisar no asfalto, pois não havia grama ou de brincar dentro de casa num dia ensolarado devido à insegurança.

Amanhã  ao acordar relembre de ações pequenas, valorize as pessoas ao seu redor, usufrua da presença delas, surpreenda, cumprimente as pessoas, sorria, abrace alguém, sorria ao ver crianças brincando, sorria ao ver um casal apaixonado e auxilie um necessitado. Tente isolar o barulho do trânsito e apenas ouvir o canto dos pássaros, a risadas das crianças. Cante, dance, pule, grite, deseje, reze, beije, abrace, aproveite, divirta-se, mas acima de tudo AME e seja amado.

Por isso devemos nos lembrar de que a cada dia que acordamos de agradecermos por mais um dia que vemos o sol, de estarmos vivos, de vivermos num país que mesmo com tantas desigualdades sociais ainda é geograficamente estável quando comparado a outros países. Como vamos deixar um futuro melhor para as próximas gerações? Se você em algum momento de sua vida se fez essa pergunta e não achou resposta, aqui queremos ajudá-lo. Podemos sim, deixar um mundo melhor para as próximas gerações basta colocarmos em ação novas atitudes e mudarmos antigos hábitos. Algumas simples mudanças de atitudes em sua vida diária colaboram com a preservação do meio ambiente como: apagar a luz num cômodo que ninguém está utilizando, separar o lixo, utilizar folhas frente e verso, trocar lâmpadas brancas por econômicas, reaproveitamento de alimentos e ainda promover carona solidária.

Você  pode começar agora! Não sabe como! Que tal ir até a janela respirar fundo, tentar ouvir o canto dos pássaros. Se mesmo assim você  não conseguir, que tal visitar os parques de sua cidade para entrar em contato com a natureza. Essa atitude certamente vai lhe trazer tranqüilidade e reviver ações tão interiorizadas, porém esquecidas. Neste espaço queremos ajudá-lo a disseminar ações sustentáveis que promovam a preservação do meio ambiente e o futuro das próximas gerações.

Entradas Mais Antigas Anteriores